Cidade Universitária,

twitter facebook

centro_de_estudos_avançados_unicamp

 

 



Semin√°rios sobre Ensino Superior

A experiência do REUNI nas Universidades federais: sua concepção e primeiros resultados

Prof. Dr. Jacques Schwartzman
Universidade Federal de Minas Gerais

16 de maio de 2012, 16h
Auditório da AFPU

Ser√£o discutidos a participa√ß√£o do REUNI no projeto de expans√£o do sistema federal de ensino superior, enfatizando o crescimento dos cursos de gradua√ß√£o e as propostas de mais efici√™ncia (eleva√ß√£o da rela√ß√£o aluno/professor para 18) e efic√°cia (meta de 90% de formandos); os primeiros resultados em rela√ß√£o √†s metas pactuadas entre o MEC e as IFES e o lan√ßamento pela ANDIFES do REUNI 2, com as mesmas metas e acrescentando educa√ß√£o a dist√Ęncia e internacionaliza√ß√£o.

Matéria sobre o Seminário no Portal Unicamp
Veja o convite para o semin√°rio

Prof. Jacques Schwartzman

Uma agenda de pesquisa sobre o Ensino Superior no Brasil

Profa. Dra. Maria Lígia de Oliveira Barbosa
Universidade Federal do Rio de Janeiro

18 de abril de 2012, 16h
Auditório da AFPU

Nesse semin√°rio foi apresentada uma agenda de pesquisa sobre o ensino superior no Brasil. Essa agenda se desenha a partir da reuni√£o de um conjunto de trabalhos que abordam esse objeto sob diferentes perspectivas, organizadas principalmente em torno de cinco eixos: governan√ßa do sistema universit√°rio brasileiro e de suas institui√ß√Ķes; diversifica√ß√£o institucional e expans√£o do ensino superior; ensino superior e inclus√£o social; ensino superior e sua interface com o sistema nacional de inova√ß√Ķes e seu papel na competitividade nacional; internacionaliza√ß√£o do sistema de ensino superior e compara√ß√Ķes internacionais.

Apresentação da Profª. Maria Lígia de Oliveira Barbosa

 

Formação interdisciplinar e inclusão social: balanço do primeiro ano do ProFIS

Ana Maria Carneiro
Pesquisadora do NEPP
Membro do Grupo de Estudos em Ensino Superior

O Programa de Forma√ß√£o Interdisciplinar Superior da Unicamp (ProFIS) completou um ano de exist√™ncia, com uma primeira turma de alunos, muitos resultados positivos e v√°rios desafios pela frente. A proposta de forma√ß√£o interdisciplinar do programa busca o desenvolvimento de habilidades b√°sicas, a amplia√ß√£o de conhecimentos nas √°reas acad√™micas desenvolvidas nas Ci√™ncias Humanas e Ci√™ncias da Natureza possibilitando a abordagem de problemas cient√≠ficos de modo integrado e a compreens√£o da ci√™ncia como um modo de olhar o mundo, al√©m de enfatizar as capacidades de ler, escrever, lidar com n√ļmeros, saber pensar e resolver problemas, trabalhar em grupo etc., e tamb√©m o apoio √† escolha da forma√ß√£o profissional e a forma√ß√£o de cidad√£os mais cr√≠ticos e preocupados com uma sociedade mais justa.

A apresentação discutiu os resultados do primeiro ano do Programa tendo em conta dois aspectos principais: o caráter de inclusão social no acesso e permanência ao Ensino Superior e a formação interdisciplinar.

Apresentação de Ana Maria Carneiro
Veja matéria sobre o ProFIS com Ana Maria Carneiro


Ana Maria Carneiro

Os Desafios da Educação Geral no Brasil

Prof. Dr. Marcelo Knobel
Pró-Reitor de Graduação da Unicamp
Membro do Grupo de Estudos em Ensino Superior

Neste seminário foram comentados aspectos gerais sobre a dificuldade de implantar um curso de formação geral no Brasil e na América Latina. Alguns aspectos foram discutidos, levando em consideração a experiência recente do Programa de Formação Interdisciplinar Superior (PROFIS) da Unicamp. Foram comentados alguns exemplos recentes em outras universidades e outros países.

Matéria sobre o Seminário no Portal Unicamp

Reconsidering the relationship between professors, students and learning

Profa. Liz Reisberg
Coordenadora do IHEC - International Higher Education Clearinghouse, Boston College

09 de novembro de 2011, 16h
Sala do CONSU

A maioria dos estudantes de hoje cresceu com acesso a computadores e √† Internet. Muitos deles jogavam video games e ouviam m√ļsica ao mesmo tempo em que faziam as tarefas escolares. A maneira como os estudantes interagem e incorporam a informa√ß√£o √© completamente diferente da de uma gera√ß√£o atr√°s. No entanto, n√≥s ensinamos mais ou menos da mesma forma como h√° um s√©culo.

Nesse seminário provocativo pensou-se sobre as realidades que confrontam o ensino universitário de hoje e foram discutidas tendências e pesquisas recentes sobre o ensino eficaz para uma aprendizagem bem-sucedida.

Apresentação da Profª. Liz Reisberg
Matéria sobre o Seminário no Portal Unicamp

Contexto e dimensionamento da formação de engenheiros e pessoal técnico-científico: evolução recente e cenários para 2020

Paulo A. Meyer M. Nascimento e Rafael H. Moraes Pereira
Pesquisadores do Instituto de Pesquisa Econ√īmica Aplicada (Ipea)

28 de setembro de 2011, 16h00
Auditório do Instituto de Geociências

No centro das discuss√Ķes acerca da disponibilidade de m√£o de obra qualificada no Brasil est√£o os profissionais de √°reas t√©cnico-cient√≠ficas, especialmente engenheiros. Um conjunto de ensaios lan√ßados no in√≠cio de 2011 pelo Instituto de Pesquisa Econ√īmica Aplicada (IPEA) reporta evid√™ncia de que o percentual de pessoas graduadas na √°rea de Engenharia, Produ√ß√£o e Constru√ß√£o empregada em alguma ocupa√ß√£o t√≠pica de engenheiros e profissionais afins cresceu sistematicamente ao longo da d√©cada de 2000. Foi percebida ainda, no mesmo per√≠odo, uma tend√™ncia ascendente dos sal√°rios desses profissionais em compara√ß√£o com os de outros trabalhadores de n√≠vel superior em diversos setores da economia. Esses dois fatos interpretados conjuntamente sugerem um aquecimento do mercado de trabalho de engenheiros, embora isto n√£o signifique necessariamente uma falta de pessoas com as credenciais que lhes permitam atuar como tais.

Ao longo deste semin√°rio foram apresentados dados sobre a evolu√ß√£o da forma√ß√£o na √°rea de Engenharia, Produ√ß√£o e Constru√ß√£o e da demanda por ocupa√ß√Ķes afins a engenheiros, arquitetos e tecn√≥logos, com proje√ß√Ķes que permitem tra√ßar diferentes cen√°rios do mercado de trabalho para esses profissionais at√© 2020.

Apresentação de Paulo Nascimento e Rafael Pereira
Matéria sobre o Seminário no Portal Unicamp

O ensino de Inovação, Empreendedorismo e Propriedade Intelectual nas IES - a experiência da Unicamp

Prof. Dr. Roberto de Alencar Lotufo
Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação
Diretor Executivo da INOVA - Unicamp
Membro do Grupo de Estudos em Ensino Superior

14 de setembro de 2011, 16h00
Auditório do NEPP

Neste Semin√°rio foi apresentada a crescente import√Ęncia da Inova√ß√£o, Empreendedorismo e Propriedade Intelectual nas IES e as experi√™ncias de atividades relacionadas desenvolvidas na Unicamp, nos √ļltimos anos.

Conforme foi visto, o desafio é como tornar estas atividades parte integrante do processo de formação de nossos alunos.

Apresentação do Prof. Roberto Lotufo
Matéria sobre o Seminário no Portal Unicamp

Ensino superior privado: transforma√ß√Ķes e perspectivas

Profª. Drª.
Helena Maria Sant'Ana Sampaio
Faculdade de Educação

17 de agosto de 2011, 16h00
Sala do CONSU

A apresenta√ß√£o visou debater as principais transforma√ß√Ķes do setor privado de ensino superior na primeira d√©cada do s√©culo XXI, observando sua rela√ß√£o com o Estado, por meio da legisla√ß√£o espec√≠fica para a √°rea, e com o mercado, ou seja, a rela√ß√£o demanda/oferta por este n√≠vel de ensino.

Os objetivos foram, de um lado, discutir os eventuais entraves para um crescimento cont√≠nuo do setor privado, de modo espec√≠fico, mas tamb√©m do sistema de ensino superior como um todo; de outro, avaliar em que medida as novas configura√ß√Ķes que o ensino superior privado vem assumindo, no que tange tanto √† oferta de seus produtos como aos seus modelos institucionais e de governan√ßa, est√£o contribuindo para a dissemina√ß√£o de novas ideias sobre a forma√ß√£o de n√≠vel superior no pa√≠s e o que isso representa tendo em vista o cen√°rio mais amplo de preocupa√ß√Ķes acerca da equidade do acesso e da perman√™ncia no ensino superior e o da sua qualidade.

Apresentação da Profª. Helena Sampaio
Matéria sobre o Seminário no Portal Unicamp

A experiência do doutorado: uma análise comparada de 18 países

Profª. Drª. Elizabeth Balbachevsky
Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/USP

29 de junho de 2011, 16h00
Auditório do NEPP

O trabalho analisa o perfil da atividade de pesquisa, inserção em redes e internacionalização dos professores de programas de doutorado em 18 países, entre os quais, o Brasil. A análise está baseada nos dados produzidos pela rede de pesquisa internacional "The Changing Academic Profession", sob a coordenação dos Prof. Ulrich Teichler, (Alemanha) e Williams Cummings (EUA) e que integra pesquisadores de 18 países.
O trabalho faz uma breve apresenta√ß√£o e an√°lise das principais mudan√ßas que est√£o ocorrendo na p√≥s-gradua√ß√£o, e em particular no doutorado, no cen√°rio internacional e analisa especificamente o perfil dos acad√™micos que, no Survey internacional de 2008, afirmaram terem desenvolvido atividades relacionadas com a forma√ß√£o de doutores naquele ano. A primeira parte da an√°lise dos dados est√° centrada na compara√ß√£o da experi√™ncia do Brasil e da Finl√Ęndia, enquanto que a segunda parte engloba todos os pa√≠ses da rede: Argentina, Brasil, M√©xico, Estados Unidos, Canad√°, √Āfrica do Sul, Gr√£-Bretanha, Portugal, It√°lia, Alemanha, Noruega, Finl√Ęndia, Austr√°lia, China, Hong-Kong, Coreia, Jap√£o e Mal√°sia.

Apresentação da Profª. Elizabeth Balbachevsky
Matéria sobre o Seminário no Portal Unicamp

A construção do espaço universitário europeu: 10 anos do Processo de Bolonha

Profª. Drª. Elisabete Monteiro de Aguiar Pereira
Faculdade de Educação
Membro do Grupo de Estudos em Ensino Superior

08 de junho de 2011, 16h00
Auditório do NEPP

O Semin√°rio apresentou a reforma universit√°ria europ√©ia e analisou, criticamente, a g√™nese e o desenvolvimento do Processo de Bolonha que √© o instrumento pol√≠tico da constru√ß√£o do Espa√ßo Europeu de Educa√ß√£o Superior ‚Äď EEES. Discutiu os pressupostos, princ√≠pios e desenvolvimento do Processo de Bolonha nesses 10 anos, analisando o contexto em que se deu cria√ß√£o e a implementa√ß√£o do Espa√ßo Europeu de Educa√ß√£o Superior. Por meio da reforma a Europa revisa o papel que suas universidades est√£o desempenhando e se volta para uma an√°lise mais aprofundada das contribui√ß√Ķes que estas podem exercer no atual tempo hist√≥rico.

Apresentação da Profª. Elisabete Aguiar
Matéria sobre o Seminário no Portal Unicamp

O sistema de ensino superior nos Estados Unidos

Prof. Dr. Leandro Russovski Tessler
Coordenador de Rela√ß√Ķes Internacionais, CORI/Unicamp
Membro do Grupo de Estudos em Ensino Superior

11 de maio de 2011, 16h00
Auditório da AFPU

Os Estados Unidos t√™m um sistema de ensino superior grande e complexo, com mais de 20 milh√Ķes de estudantes, bastante diversificado, n√£o-regulado, que combina institui√ß√Ķes p√ļblicas e privadas de ensino e de pesquisa.
N√£o √© um exagero afirmar que o sistema de ensino superior √© um dos grandes respons√°veis pelo desenvolvimento econ√īmico e tecnol√≥gico do pa√≠s.
Neste semin√°rio, foram apresentadas suas peculiaridades, comparando-o brevemente com o sistema brasileiro, assim como suas tend√™ncias recentes nas pol√≠ticas p√ļblicas de ensino superior.

Apresentação do Prof. Leandro Tessler
Matéria sobre o Seminário no Portal Unicamp

Acesso ao Ensino Superior no Brasil: equidade e desigualdade social. A evolu√ß√£o dos √ļltimos 15 anos

Profª. Drª. Cibele Yahn de Andrade
Pesquisadora do NEPP
Membro do Grupo de Estudos em Ensino Superior

27 de abril de 2011, 16h00
Auditório do NEPP

Apresenta√ß√£o da pesquisa sobre oferta e demanda do Ensino Superior no Brasil. Este trabalho visa, por um lado, analisar a evolu√ß√£o do acesso √† educa√ß√£o no Brasil no per√≠odo de 1995 a 2000, por jovens com idade entre 18 a 24 anos para melhor compreens√£o das restri√ß√Ķes ao acesso ao Ensino Superior, sobretudo segundo a cor/ra√ßa e a renda familiar deste grupo et√°rio. Al√©m das restri√ß√Ķes quanto √† escolaridade, grupos que n√£o atingiram a conclus√£o do Ensino M√©dio. Por outro, pretende investigar as caracter√≠sticas da oferta do sistema de ensino superior nos ultimos 15 anos.

Apresentação da Profª. Cibele Yahn de Andrade

Matéria sobre o Seminário no Portal Unicamp

√Č poss√≠vel (e desej√°vel) ter universidades brasileiras no topo dos rankings internacionais?

Prof. Dr. Renato Hyuda de Luna Pedrosa
Coordenador do Grupo de Estudos em Ensino Superior

06 de abril de 2011, 16h00
Auditório do NEPP

A palestra visa apresentar os √≠ndices utilizados nos rankings de classifica√ß√£o das Universidades, em particular o do Times Higher Education e discutir como a UNICAMP, USP e UNESP se posicionam. Em seguida, sendo desej√°vel avan√ßar nesses rankings, o ambiente institucional atual nas universidades p√ļblicas em S√£o Paulo e no Brasil s√£o condizentes com esta perspectiva? O que seria necess√°rio para conseguir um avan√ßo significativo nesses rankings? Finalmente, devemos nos preocupar com isso? Estes s√£o alguns dos aspectos a serem tratados na apresenta√ß√£o.

Matéria sobre o Seminário no Portal Unicamp

CEAv - Centro de Estudos Avançados
Cidade Universitária "Zeferino Vaz"
Caixa Postal 6194
Barão Geraldo - Campinas - SP
CEP - 13.083-872
e-mail
: ceav@reitoria.unicamp.br


© 2011 CEAv - Centro de Estudos Avançados Gabinete do Reitor - UNICAMP | Direitos Reservados